Economia Circular, Sustentabilidade

Economia Circular, Para Que? Para Quem?

economia circular e sustentabilidade raeasy

Há tempos temos ouvido que os impactos das ações humanas sobre o planeta vêm causando uma série de consequências a todas as formas de vida, incluindo a do “mais sábio”, o próprio homem. Eventos como o derretimento das geleiras, o aquecimento dos oceanos, os desmatamentos, a poluição do ar, da água e do solo podem ser antropogênicos, ou seja, podem ter o “dedo” do ser humano, que sempre busca mais e mais conforto e facilidades.

Aqui existe uma divisão. De um lado temos os que acreditam que o planeta terra está passando por mais um ciclo de aquecimento, que essas mudanças têm pouca interferência humana e que o “alarde” é mais uma ação política de um grupo de ambientalistas. De outro lado, temos dados, pesquisas e evidências robustas que indicam que sim, estamos a ponto de um colapso, que a saúde planetária está em risco.

Não sei de que lado você está, se é neutro ou se nunca pensou a respeito, mas talvez seja o momento de começar a pensar. E que tal começar com o conceito de economia circular?

Mas o que significa economia circular? E o que ela tem a ver com sustentabilidade?

Bom, esse conceito é MUITO amplo, se aplica a todos os segmentos de produção e está baseado nos 3 R’s, redução, recuperação e reciclagem.

Na economia tradicional o que vemos é um fluxo é linear, onde os produtos ou materiais são utilizados por pouco tempo e são descartados. Qual é o resultado disso? Uma montanha de lixo que na verdade não é lixo!

Já a economia circular se baseia no que há de mais antigo e ao mesmo tempo mais contemporâneo, os ecossistemas naturais! Neles há um contínuo processo de reabsorção e reciclagem. Nada, absolutamente nada é perdido. Cada elemento que não serve mais para uma espécie, é justamente o mais desejado e necessário para outra espécie.

Ciclo 5 R da economia circular - raeasy

Na economia circular, os resíduos de uma cadeia produtiva viram insumos que retornam para esta mesma cadeia fechando o ciclo, ou ainda são inseridos em outra cadeia, gerando um produto totalmente diferente do original.

Já pensou que incrível que seria se pudéssemos entregar para a indústria nossos eletrodomésticos, smartphones ou televisores antigos e receber um desconto para a compra de um novo? Algumas ações assim já ocorrem, mas de forma pontual.

Ainda não entendemos a dimensão do conceito de economia circular e o quanto ela é fundamental para equilibrar a tríade necessidade – produção – consumo, em um planeta com recursos finitos. Se seus planos não incluem se mudar para Marte nos próximos anos, eu diria que vale a pena pensar no que VOCÊ, EU, NÓS podemos fazer pela nossa casa, o planeta terra.

Algumas ações simples, que demandam apenas um pouco de consciência (sair do modo automático) podem contribuir substancialmente com o meio ambiente.

Quer um exemplo?

Compre alimentos de época e localmente. Com essa ação você fortalece o pequeno agricultor e evita a emissão de CO2 pelo transporte deste alimento até você. Sem falar da utilização de agroquímicos, necessários para a produção em grandes monoculturas. E se ao final desse processo, você destinar as cascas de vegetais e frutas em uma composteira doméstica, para transformar em adubo (e utilizar naquele vaso da sala), você terá executado na prática o conceito de economia circular!

Bora lá fazer acontecer!

Liliane Grein Beuther

Mestranda do Programa de Pós Graduação em Ciência e Tecnologia Ambiental – Univali.
Nutricionista do Programa Nacional de Alimentação Escolar em São Bento do Sul.
Defensora de uma alimentação livre de modismos e baseada em comida de verdade.

 

Nos sigam nas redes sociais: Instagram e Facebook

Acesse a loja: raeasy.com

Posts relacionados

Um comentário em “Economia Circular, Para Que? Para Quem?

  1. Marcos disse:

    Várias ações, por mais simples que sejam, são capazes de gerar impacto positivo no meio ambiente…
    Seguimos na luta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + 17 =